• Josar.png
  • AQuinta.jpg
  • PR.png
  • Libargel.jpg
  • IdealPneus2.png
  • Fama.png
  • logo-carneslandeiro-big.png
  • LaSalle.png
  • Helmartur.png
  • Prova.dos9.png
  • Joracarsil.png
  • CartonagemSBraz.jpg
  • barcelgrafica2.png
  • agencior2.png
  • Optica.png
  • liderpapel.jpg
  • copicelos.png
  • e.leclercBCL.png
  • Norte-Escolar.png
  • Acatel.png
  • F3M.png
  • eaeamember2.png
  • FM-texteis.jpg
  • Chuvitex.png
  • Malhas-Alibab.png
  • Fervi-malhas1.png
  • becri.png
  • Mercado.png
  • TA.png
  • inova2.png
  • ACC2.png
  • Decorbag1.png
  • Tesa2.png
  • coisasdoalgodao.jpg
Portuguese Afrikaans Dutch English French German Greek Italian Romanian Spanish Turkish

Quem Somos

A SOPRO – Solidariedade e Promoção, foi fundada em 1996, por um grupo de jovens alunos voluntários do Colégio La Salle, tendo a sua sede no colégio em Barcelinhos, cidade de Barcelos, Portugal. A SOPRO é reconhecida como uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD) com o Estatuto de Entidade de Utilidade Pública, Sem Fins Lucrativos, pelo Instituto Camões IP que está sob a jurisdição do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Atualmente, a SOPRO tem cerca de 1353 membros associados. A missão da associação é “educação jovem na solidariedade e a promoção de projetos cooperativos para o desenvolvimento humano no mundo”. Como inspiração para trabalho futuro, a SOPRO tem uma visão: “ser reconhecida como uma organização não governamental consistente com a sua missão e valores nas suas atividades. Ser um ator de promoção da participação de todos e, em particular, da juventude como testemunhas e canais para a solidariedade. 

A SOPRO desenvolve as suas atividades e projetos a nível internacional e local guiada pelos seguintes valores: solidariedade, cooperação, educação como um direito universal, justiça, respeito e trabalho voluntariado. Em 2015, as Nações Unidas apresentaram na formalmente a nova agenda de desenvolvimento sustentável com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, definidos por mais de 150 líderes mundiais estiveram na sede da ONU, em Nova York. Esta agenda é formada pelos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que devem ser implementados por todos os países do mundo até 2030. A SOPRO trabalha com os seguintes objetivos:

Objetivo 1: Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares

ODS1

  • Globalmente, o número de pessoas a viver em extrema pobreza diminuiu mais da metade; em 1990 eram 1,9 bilhão. Contudo, 836 milhões de pessoas ainda vivem na extrema pobreza: cerca de uma em cada cinco pessoas em regiões em desenvolvimento vive com menos de 1,25 dólar por dia.
  • O Sul da Ásia e a África Subsaariana são o lar da esmagadora maioria das pessoas vivendo em extrema pobreza.
  • Altos índices de pobreza são frequentemente encontrados em países pequenos, frágeis e afetados por conflitos.
  • Uma em cada quatro crianças abaixo dos cinco anos de idade no mundo possui altura inadequada para sua idade.

 

Objetivo 4: Assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos

ODS4

 

  • A matrícula na educação primária em países em desenvolvimento chegou a 91%, mas 57 milhões de crianças permanecem foram da escola.
  • Mais da metade das crianças que não se matricularam na escola vivem na África Subsaariana.
  • Estima-se que 50% das crianças fora da escola com idade escolar primária vivem em áreas afetadas por conflitos. Crianças das famílias mais pobres são quatro vezes mais propensas a estar fora da escola do que crianças de famílias mais ricas.
  • O mundo conquistou a igualdade na educação primária entre meninas e meninos, mas poucos países alcançaram essa meta em todos os níveis de educação.
  • Entre os jovens de 15 a 24 anos, a taxa de alfabetização melhorou globalmente, de 83% para 91% entre 1990 e 2015.

 

Objetivo 5: Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas

ODS5

 

Fonte: nacoesunidas.org

  • No Sul da Ásia, apenas 74 meninas foram matriculadas na escola primária para cada 100 meninos, em 1990. Em 2012, as taxas de matrícula foram as mesmas para meninas e para meninos.
  • Na África Subsaariana, Oceania e Ásia Ocidental, meninas ainda enfrentam barreiras para entrar tanto na escola primária quanto na escola secundária.
  • Mulheres na África do Norte ocupam menos de um a cada cinco empregos pagos em setores que não sejam a agricultura.
  • Em 46 países, as mulheres agora ocupam mais de 30% das cadeiras no parlamento nacional em pelo menos uma câmara.

 

Internacionalmente, a SOPRO desenvolve o Programa de Voluntariado Internacional com o trabalho realizado em Moçambique, na cidade da Beira, nas quatro missões católicas do interior da província de Sofala em ESMABAMA – Estaquinha, Mangunde, Barada e Machanga e em Lichinga na Província de Niassa. Os voluntários internacionais são de Portugal e partem em missões de curta e/ou longa duração, para trabalhar em projectos da área da Educação e Desenvolvimento. 

Tendo em conta as enormes necessidades existentes em Moçambique a SOPRO criou dois programas onde pretende tornar possível o acesso universal à educação para crianças carenciadas da Beira, que de outra forma não teriam acesso à educação, o programa 1€ faz SorrirBolsa de Apadrinhamento.

Ao nível nacional a SOPRO trabalha localmente, na área de Barcelos, onde promove o Voluntariado de Proximidade através Banco de Material Escolar e CHEGA um projeto de defesa da Igualdade de Género, de Combate à Violência Doméstica e de Género, e ao Tráfico de Seres Humanos. A SOPRO promove, junto de grupos organizados de todas as idades, ações de sensibilização sobre VOLUNTARIADOIgualdade de Género e Violência de Género (Violência no Namoro) AMAR COM AMOR.

Porque acreditamos que Pequenos Gestos Mundo, seja um SOPRO de Esperança!

Ser SOPRO

Apadrinhamento

width="296"

1€ faz Sorrir

width="296"

Projeto CHEGA

Vida Youth

be SOPRO

Youth Exchange Solidariety